Como Congelar Pães, Bolos, Tortas e Salgados


COMO CONGELAR PÃES, BOLOS, TORTAS E SALGADOS

Confira a maneira mais segura de congelar e descongelar pães, bolos, tortas e salgados e nunca mais perca as suas produções.

congelar

  • PÃES

É possível congelar a massa ou os pães prontos (não amanhecidos) e manter suas características originais após o descongelamento.

Pão Francês – embalar em sacos plásticos, extraindo o ar; descongelar em temperatura ambiente ou no forno, envolto em papel alumínio.

Pão de Forma – embalar em plástico, de preferência em porções individuais.

Pão Recheado – embalar em plástico ou papel alumínio; descongelar no forno, envolvido em papel alumínio (baixa temperatura até descongelar, aumentando em seguida).

Pão Doce – não deve ser congelado se tiver recheio de maizena.

Sonho – congelar sem recheio.

  • BOLOS

O congelamento de bolos apresenta bons resultados, recomendando-se preparar vários a cada fornada.

Bolo Simples – assar em formas aluminizadas pequenas ou em formas retangulares para cortar em pedaços; embalar frio em bandejas ou sacos plásticos; descongelar ainda embalados em temperatura ambiente ou no forno, por 15 minutos, envolto em papel alumínio.

Bolo com Cobertura – depois de decorado, levar ao freezer sem embalagem; após 2 horas embalar em papel alumínio ou saco plástico. Tire da embalagem antes de descongelar, para não danificar a decoração.

  • TORTAS

Torta Doce– tanto a massa quanto a torta moldada sem assar podem ser congeladas, bem como a torta assada.

Torta Salgada – é mais prático congelar pronta, mas pode ir ao freezer crua; descongelamento em temperatura ambiente ou na geladeira (pincelar a gema apenas no momento de ir ao forno).

  • DOCES

Doces – não devem ser congelados se tiverem recheio de maizena ou cobertura de gelatina.

  • SALGADOS

Pizzas – podem ser congeladas com todos os ingredientes ou só os discos, já assados e separados por plástico. Quando já preparadas, com mussarela e recheios, levar ao freezer por 1 hora, antes de embalar individualmente.

Esfiha – congelar pronta, individualmente (como os bifes); descongelar no forno envolta em papel alumínio.

Pastéis – preparar os pastéis com massa caseira ou pronta, levando ao freezer por 40 minutos; congelar individualmente e armazenar em porções em saco plástico; retirar 30 minutos antes de fritar (ainda gelados) e usar bastante óleo, sem esquentar muito, fritando um por vez.

Coxinhas – mesmo procedimento dos pastéis.

Croquetes – podem ser congelados fritos ou não; quando fritos, embalar em porções isoladas com papel aderente, saco plástico ou papel alumínio; descongelar no forno; quando não estiverem fritos, proceder como no caso dos pastéis.

Quibes – congelar assado ou frito, embalado em papel alumínio, plástico ou papel aderente; descongelar no forno.

  • SANDUÍCHES

Sanduíches – evitar recheios de tomate cru, alface, pepino e ovo cozido, pois estes não podem ser congelados; embalar individualmente em plástico aderente ou papel alumínio; descongelar em temperatura ambiente, com a embalagem.

  • TEMPO DE CONSERVAÇÃO

Mesmo no freezer, os alimentos têm data de validade. Observe o tempo em que cada um dos itens resistem ao congelamento sem estragarem ou mudarem suas características originais e o mais importante: não esqueça de colocar uma etiqueta com a data em que produto foi feito e a data em que a validade expira.

Pão doce – 3 meses
Pão caseiro – 2 meses
Outros pães – 4 meses
Bolo simples – 8 meses
Bolo decorado – 4 meses
Torta crua – 6 meses
Pizza disco – 4 meses
Pizza preparada (mussarela) – 3 meses
Pizza preparada (atum, camarão, lingüiça) – 1 mês
Esfiha – 3 meses
Pastéis – 3 meses
Coxinhas – 3 meses
Croquetes – 3 meses
Quibes – 3 meses
Sanduíches – 1 mês


Deixe um Comentário

Compartilhe com um amigo