Nhoque de espinafre e baroa com molho à bolonhesa vegetariano

Nhoque de espinafre e baroa com molho à bolonhesa vegetariano

A deliciosa receita de Nhoque de espinafre e baroa com molho à bolonhesa vegetariano vai surpreender seus amigos e família. Siga nossas receitas passo a passo

Nhoque de espinafre e baroa com molho à bolonhesa vegetariano
Imprimir
Autor:
Tempo de preparo:
Tempo de Cozimento/Forno:
Tempo Total:
Porções: 9 porções
Ingredientes
  • Nhoque:
  • 1 kg batata (metade baroa, metade inglesa);
  • 1 ovo
  • 1 molho inteiro de espinafre
  • 100 g de farinha de trigo para a massa
  • 100 g de farinha de trigo para modelar
  • 1 molho grande de espinafre
  • sal, pimenta e azeite extravirgem a gosto
  • 1 colher de sobremesa de bicarbonato de sódio
  • Molho:
  • 10 tomates italianos bem maduros
  • 2 cebolas médias
  • 1 pimentão
  • 3 dentes de alho grandes
  • 1 cenoura grande
  • 1 maço inteiro de manjericão
  • 1 maço inteiro de tomilho
  • 1 maço inteiro de salsa
  • 1 maço inteiro de coentro
  • 1 maço inteiro de cebolinha
  • 1 maço inteiro de alecrim
Como fazer
  1. Nhoque:
  2. Lavar bem as batatas, fazer vários furos com garfo, salpicar uns fios de azeite, folhinhas de alecrim e manjericão fresco em um tabuleiro e levá-las para assar em forno médio até ficarem bem macias
  3. Descascar e amassar até virar purê e reservar
  4. Limpar as folhas de espinafre dos talos e caules e levar para ferver com o bicarbonato até ficar macio
  5. Escorrer o espinafre e espremer até soltar toda a água possível
  6. Bater com o ovo no liquidificador até virar uma pasta verde homogênea
  7. Jogar a pasta verde no purê, temperar com sal e pimenta a gosto, misturar e ir jogando 100 g de farinha aos poucos, até dar o ponto (soltar das mãos)
  8. Com a massa pronta, espalhar em uma superfície plana e usar os outros 100 g de farinha para moldar os cordões e cortar as bolinhas
  9. Cozinhar em água quente na temperatura de pré-fervura (quando as bolinhas sobem), mas sem deixar ferver (se ferver, abaixa o fogo), para a massa não explodir, desmanchar ou ficar quebradiça
  10. Quando as bolinhas subirem, retirar imediatamente e jogar em uma panela com água sempre gelada, para cortar o cozimento
  11. Depois, ir colocando em um recipiente à parte, jogando fios de azeite em cima para manter as bolinhas soltas
  12. Molho:
  13. Tirar a pele e as sementes dos tomates, cortar em quadrados médios e reservar
  14. Cortar bem pequeno (quase ralado) as cebolas médias e o pimentão e reservar
  15. Amassar os três dentes de alho grandes e reservar
  16. Cortar a cenoura em quadradinhos pequenos e reservar
  17. Refogar a cebola em um fio de azeite até "suar", juntando o pimentão e o alho depois, refogando tudo até dourar
  18. Jogar a cenoura e refogar mais um pouco, juntando os tomates em seguida e um pouco de água (um copo)
  19. Quando começar a ferver e engrossar, acrescentar um sachê de um molho de tomate de sua preferência que seja mais natural (gosto da Predileta), temperar com pimenta-do-reino e sal a gosto e acrescentar todos os maços de ervas finas frescas na panela, inteiros
  20. Mexer tudo e manter tampado em fogo baixo, até apurar
  21. Por fim, acrescentar um punhado de azeitonas e ajustar o tempero (geralmente adiciono uma pitada de açúcar, mas não o fiz pois a cenoura já libera muito doce e já contrabalançou a acidez naturalmente)
  22. Ao servir, ralar um pouquinho de muçarela fresca (ou ricota) e jogar por cima

Fonte: Tudo Gostoso

Deixe um Comentário

Avalie esta receita:  

Compartilhe com um amigo